GRHMA

GRHMA
CLIQUE NA IMAGEM

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Reconstituição histórica do Combate de Aire sur L'Adour: dias 4 e 5 de março de 2017

 
Caríssimos(as),

Nos próximos dias 4 e 5 de março os nossos amigos franceses do 3.º Batalhão de Caçadores de Montanha, da Divisão Harispe, irão organizar em Aire sur L'Adour (França), um evento evocativo do combate ocorrido nesse local no dia 2 de março de 1814, no decurso da invasão do sul de França pelo exército luso-inglês, comandado pelo General Wellington

Os nossos camaradas e amigos da Associação para a Memória da Batalha do Vimeiro irão participar neste evento, onde sem dúvida irão ser os dignos representantes de Portugal no decurso do mesmo.


Pedro Casimiro




segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

9ª Edição da Feira de Caça, Pesca e Desenvolvimento Rural de Vilar Formoso: dias 3 a 5 de fevereiro de 2017




Caríssimos(as),

A simpática e acolhedora localidade fronteiriça de Vilar Formoso irá receber, nos próximos dias 3 a 5 de fevereiro, a 9ª Edição deste relevante evento anual, associado à promoção e à divulgação de atividades cinegéticas e piscatórias, de que o concelho de Almeida possui abundantes exemplos.

Este evento, que é organizado pela Câmara Municipal de Almeida e que terá lugar no pavilhão multiusos de Vilar Formoso, possui também uma dimensão nacional e transfronteiriça, pois irá contar com a presença de múltiplos expositores provenientes do território nacional e de Espanha, associados à promoção deste tipo de atividades, que possuem um potencial de atração turístico muito elevado e que constituem um fator relevante de desenvolvimento regional e rural.

O GRHMA recebeu um amável convite do Município de Almeida, que já mereceu uma resposta positiva, no sentido de prestar uma colaboração neste evento, designadamente na vertente da organização de uma Guarda de Honra, para uma receção institucional às individualidades presentes na respetiva cerimónia de abertura, para além de prestar a sua colaboração habitual, em termos de promoção e de divulgação das diversas atividades histórico-culturais realizadas no concelho de Almeida, em que a nossa associação está envolvida.


Pedro Casimiro





Feira Internacional de Turismo (Madrid, dias 18 a 20 de janeiro de 2017) - Reportagem fotográfica


Caríssimos(as),

Tendo terminado recentemente a segunda maior feira mundial de turismo, realizada na cidade de Madrid (Espanha), impõe-se que aqui seja dada uma breve nota, relativa à participação neste importante evento do Município de Almeida.

Este evento constituiu, além do mais, uma oportunidade para uma ainda maior aproximação e parceria entre entidades situadas nos dois lados da fronteira, na prossecução de objetivos comuns, na perspetiva de uma promoção conjugada e articulada de ambos os territórios e com vista a potenciar um maior aproveitamento de recursos e de sinergias, como foi o caso, a nível municipal, entre o Município de Almeida e o Ayuntamiento de Ciudad Rodrigo e, a nível institucional, entre a Entidade Regional do Turismo do Centro de Portugal e a Junta de Turismo da Estremadura, traduzido no lançamento do projeto "Mapa Transfronteiriço Centro de Portugal e Estremadura", no âmbito de uma estratégia de promoção turística conjunta.


Na imagem supra é possível visualizar (da esquerda para a direita) o Sr. Presidente da Câmara Municipal de Almeida, o Sr. Presidente da Entidade Regional do Turismo do Centro de Portugal e o Sr. Vice-presidente da Câmara Municipal de Almeida.


Este evento constituiu, sem dúvida, mais uma oportunidade importante para promover e projetar o concelho de Almeida junto do público e mercado turístico espanhol, tendo sido batidos recordes de visitantes neste evento (de número superior a 230 mil), entre profissionais do turismo e público visitante.


Conforme estava previsto, o GRHMA também marcou presença na FITUR, através dos soldados Rui Silva (do Batalhão de Caçadores nº 6) e António Soares (do Regimento de Infantaria nº 23), bem como através da presença de um elemento do nosso departamento civil, a elegante Manuela, que contribuíram para abrilhantar este evento, na perspetiva da promoção e divulgação do projeto histórico-cultural desenvolvido em Almeida, associado às recriações históricas do período das Invasões Francesas.


E, pelos vistos, os nossos camaradas não estiveram sozinhos (enquanto recriadores históricos...) neste evento, pois estiveram no mesmo representadas outras épocas históricas, caraterizadas por recriadores históricos com vestimentas mais "vaporosas", do que as vestimentas (mais sóbrias...) caraterísticas do início do séc. XIX.

Autoria das imagens:Tó e Rui.


Pedro Casimiro




quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Fotos de Época

Caríssimos(as),

Ao contrário daquilo que muitos pensavam, parece afinal que a invenção da fotografia não ocorreu em meados, mas antes no início do séc. XIX!

E para prova deste facto, venho apresentar-vos um conjunto de imagens de garbosos soldados portugueses (com pinta de serem do ano de 1810...), recentemente descobertas numa arca antiga, encontrada num profundo túnel escavado na rocha, situado mesmo por debaixo das muralhas da fortaleza de Almeida.

 


E aqui podemos ver um soldado que era, claramente, polivalente, pois tanto prestava serviço como porta-bandeiras, como prestava serviço como músico, sendo mais um exemplo clássico do chamado "pau para toda a colher". No entanto, a postura deste soldado ao segurar o tambor deixa algumas dúvidas, quanto à respetiva proficiência musical...
 

Esta imagem antiga permite-nos perceber, afinal e ao fim de muitas centenas de anos, de onde veio o Chapéu Chinês (também apelidado de Sistro), que atualmente existe no GRHMA, aqui empunhado por um sargento do Regimento de Artilharia nº 4.


Aqui podemos ver como um sargento de infantaria dava o exemplo aos seus soldados, fazendo serviço de guarda e sentinela, com a baioneta devidamente colocada no seu mosquete e pronto para tudo!


E para contrariar muito preconceitos e ideias pré-concebidas, a respeito do papel das mulheres na guerra e nos combates, aqui temos uma imagem fidedigna do início do séc. XIX alusiva a um soldado do Regimento de Infantaria nº 19, que prova, de uma vez por todas, a valentia das mulheres portuguesas e a importância fundamental que as mesmas tiveram na derrota dos invasores franceses!



Esta imagem é claramente um instantâneo, pois captou o preciso momento em que um soldado português do Regimento de Infantaria nº 23 estava com o dedo no gatilho e se preparava para alvejar um francês (ou para caçar um coelho, para o almoço...).


E por falar em caçadores, aqui podemos ver dois soldados desta arma, que constituíam um exemplo de tropa de elite existente exército português, do início do séc. XIX (embora uns fossem mais exemplares do que outros...).



Todavia, a guerra no início do séc. XIX não se fazia apenas com soldados de infantaria e de artilharia!
E para demonstrar este facto foi igualmente encontrada uma imagem de um bravo soldado de cavalaria portuguesa, no ato de empunhar uma carabina de cavalaria e a preparar-se para entrar em ação.

Mais um instantâneo...claramente.


Este acervo documental não ficaria completo se não ficasse aqui mencionado o experiente arqueólogo fotográfico, que, depois de muitos anos de buscas e de aturadas escavações, encontrou e divulgou ao mundo estas imagens, que foi, como não podia deixar de ser, o nosso amigo Carlos Marques.


Pedro Casimiro




terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Tomada de posse dos órgãos sociais da Associação para a Memória da Batalha do Vimeiro: dia 7-1-2017


Caríssimos(as),

No passado dia 7 de janeiro realizou-se, no Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro, uma cerimónia formal de tomada de posse dos novos órgãos sociais, envolvendo os nossos camaradas e amigos da Associação para a Memória da Batalha do Vimeiro (AMBV).

Esta associação, que foi constituída através de escritura pública outorgada no dia 23 de janeiro de 2015, continua a afirmar-se no plano nacional e internacional das recriações históricas e tem prestado um contributo assinalável no sentido da promoção e da divulgação do património histórico-cultural do Vimeiro e da Lourinhã, associado às chamadas Invasões Francesas (início do séc. XIX).
 

À semelhança do sucede em Almeida, existe também uma ligação muito estreita entre esta associação histórico-cultural e o Município do concelho onde está inserida, refletida na presença nesta cerimónia do Sr. Vice-presidente da Câmara Municipal da Lourinhã Fernando Oliveira, decorrente da partilha de objetivos comuns, associados à promoção e ao desenvolvimento cultural e turístico regional, tendo designadamente em conta as perspetivas e o desenvolvimento atualmente associado ao chamado Turismo Militar.


E graças à colaboração e aos contributos, quer dos diversos e ativos associados da AMBV, quer do próprio Município da Lourinhã, tem sido possível a estes nossos amigos continuar a investir fortemente na aquisição dos mais diversos e indispensáveis equipamentos necessários à participação e à organização de eventos de recriação histórica, como é o caso das armas e dos fardamentos de época.
 

E cá temos dois nossos conhecidos amigos da AMBV, empunhando com orgulho a bandeira regimental do Regimento de Infantaria nº 19, que se traduz numa promessa de contínua devoção e dedicação a favor da promoção da História de Portugal, por terras nacionais e estrangeiras!


Pedro Casimiro




segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Feira Internacional de Turismo: Madrid, dias 18 a 20 de janeiro de 2017


Caríssimos(as),

De conformidade com solicitação recebida nesse sentido, proveniente do Município de Almeida, este ano e uma vez mais o GRHMA irá colaborar na organização da Feira Internacional de Turismo,  agendada para os dias 18 e 20 de janeiro, na cidade de Madrid, Espanha.

Trata-se de um evento com uma assinalável projeção, em termos ibéricos e não só, que serve usualmente de ponto de encontro para uma multiplicidade de empresas e de profissionais da área do turismo, tendo a edição do ano de 2016 batido um recorde de mais de cem mil visitantes e a presença de mais de nove mil empresas, provenientes de 164 países ou regiões.

Trata-se, por isso, de um evento importante para o concelho de Almeida, no sentido da divulgação do respetivo património histórico-cultural e dos mais diversos fatores de atração turística, motivo pelo qual o GRHMA terá o maior prazer em colaborar com o Município neste evento e associar-se a mais este esforço de promoção internacional de Almeida.


Pedro Casimiro