GRHMA

GRHMA
CLIQUE NA IMAGEM

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Comemoração dos 500 anos do Foral de Baião


Caríssimos,

Foi com muito prazer que o Grupo de Reconstituição Histórica do Município de Almeida (GRHMA) se associou à excelente iniciativa levada a cabo pelo Município de Baião e entidades associadas, relativa à comemoração dos quinhentos anos do Foral de Baião, concedido pelo Rei D. Manuel I, em 1513.

Tratou-se de um evento a que estiveram associadas centenas de participantes voluntários e que foi presenciado por milhares de pessoas, que aproveitaram a oportunidade para reviver a história desta terra acolhedora e cheias de tradições, que foram ilustradas em dezenas de quadros representativos.


O contributo do GRHMA esteve associado à memória das Invasões Francesas, pois também Baião sofreu as agruras da guerra e viu as suas terras e património devastados pelos combates. Por outro lado, também nesta altura as gentes desta terra pegaram em armas para defender a sua pátria, não só ingressando nas fileiras do exército da época, como também através da criação de grupos de  guerrilha, que assolavam as linhas de comunicação do exército invasor.


Aqui temos a nossa amiga Eugénia Guedes, que nunca deixa de acompanhar as tropas do GRHMA nas suas deslocações, prestando um apoio indispensável aos nossos soldados feridos em combate.


Como, aliás, sucedeu em Baião, onde tivemos, pelos menos, dois soldados de artilharia atingidos pelas balas inimigas e a quem foi preciso prestar cuidados médicos de urgência.

Mas não se preocupem, pois eles recuperaram depressa...o ar da serra faz maravilhas...


Aqui podemos ver a nossa esquadra de infantaria em ação.


Como não podia de ser, nem de noite houve descanso para os nossos soldados, que estiveram sempre alerta, para prevenirem um eventual ataque de surpresa...embora não sabendo bem por quem...


Está disponível na internet um VIDEO, onde este evento pode ser visualizado.


Aqui deixamos também um especial agradecimento as todos os habitantes de Baião e arredores, em especial pelo acolhimento e simpatia que dispensaram às nossas tropas, garantindo que teremos sempre o maior prazer em ficar associados a iniciativas de cariz cultural semelhantes à que foi realizada.

Pedro Casimiro