GRHMA

GRHMA
CLIQUE NA IMAGEM

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

XIII Recriação Histórica do Cerco de Almeida - Desfile histórico-militar e homenagem aos soldados caídos em combate (2)



Caríssimos(as),

Depois de algum descanso, os recriadores históricos participantes no Cerco de Almeida aprumaram os seus uniformes e puseram o respetivo equipamento a brilhar, a fim de participarem no desfile histórico-militar que percorreu as ruas de Almeida, desde a Praça do Município, até ao Picadeiro d' el Rey, onde se encontra instalado um monumento evocativo da Guerra Peninsular.


Como se impunha, a coluna histórico-militar foi liderada pelo contingente português, onde estavam representadas diversas unidades histórico-militares, provenientes de todos os grupos que integram a Associação Napoleónica Portuguesa, a saber, o Grupo de Reconstituição Histórica do Município de Almeida (Almeida), a Associação para a Memória da Batalha do Vimeiro (Vimeiro) e a Associação Portuguesa de Recriação Histórica (Lisboa).



Este desfile serviu também para a apresentação de um novo equipamento histórico-militar, composto por uma réplica de um armão e uma réplica de um reparo de uma peça de artilharia inglesa de campanha de 6 libras, com tração a cavalo, usados pelo Exército Português no decurso da Guerra Peninsular, que constitui um equipamento verdadeiramente único, em toda a Península Ibérica!


Esta cerimónia constitui um momento evocativo importante, contribuindo para uma reflexão a propósito dos efeitos nefastos que estão sempre associados à ocorrência de conflitos bélicos, designadamente em termos de perdas de vidas humanas e das cicatrizes que resultam dessas perdas para os povos, que perduram por várias gerações.



Aqui podemos ver os representantes civis e histórico-militares, no ato de colocação de uma coroa de flores, no referido monumento.



Como é habitual, o final da cerimónia ficou assinalado por uma salva geral, em que participaram todos os recriadores históricos presentes!


Autoria das imagens: Carlos Marques.


Pedro Casimiro




quarta-feira, 30 de agosto de 2017

XIII Recriação Histórica do Cerco de Almeida - Abertura e Baile Oitocentista (1)


Caríssimos(as),

Bem sabendo que os muitos (...) seguidores deste fantástico blog aguardam, há já vários dias, pelas habituais arengas que se sucedem aos magníficos eventos histórico-culturais participados pelo GRHMA, venho dar seguimento às vossas expetativas e colocar à disposição deste espaço virtual um vislumbre daquilo que foi a edição deste ano do fantástico Cerco de Almeida, que continua a ser  simplesmente o mais inesquecível evento de reconstituição histórica, organizado em Portugal Continental!



Como sucede habitualmente, à chegada à vila de Almeida todos os recriadores históricos tiveram à sua disposição um suculento e copioso banquete, regado por um bom vinho e em ambiente de época, que ajudou a esquecer as agruras das viagens, algumas delas de vários milhares de quilómetros.



Mas o melhor ainda estava para vir!

Na verdade, um magnífico cenário tinha sido criado com muito labor, para permitir a recriação de cerca de uma dúzia de danças em voga no início do séc. XIX, com a particularidade de serem danças provenientes dos mais diversos países europeus!


E aqui temos a nossa amiga Miriam, que também é a nossa magnífica professora de dança, a quem se ficou a dever o sucesso deste evento em particular, graças à sua profunda e abrangente cultura histórico-musical.

Bem Haja uma vez mais Miriam!

Aliás, foi graças à professora Miriam que o Comandante do GRHMA se converteu num participante experiente em bailes oitocentistas, com apenas cerca de 10 minutos de treino!



Como é habitual, foram feitas todas as diligências  para evitar que as elegantes senhoras, que se destinavam a participar nas danças previstas, fizessem qualquer tipo de esforço desnecessário, motivo pelo qual foi assegurado um transporte de época para as trazer para o espaço de dança, para depois serem conduzidas pelos seus pares, até ao palco.



E depois seguiu-se um verdadeiro deleite histórico-musical!

Na verdade, este foi o momento em que se colheram os frutos de várias semanas de treino por parte das dedicadas senhoras e dos dedicados soldados do GRHMA, que deslizaram pelo palco com elevada elegência e perícia, resultando num verdadeiro espetáculo que serviu para deliciar a multidão de pessoas que teve o privilégio de assistir a este momento cultural.


É também devido um agradecimento muito especial aos experientes e dedicados músicos que reproduziram as difíceis músicas de época e sem os quais este evento histórico-musical não teria o sucesso que teve!


Autoria das imagens: Carlos Marques, Fernando Rodrigues e Valischka.


Pedro Casimiro






terça-feira, 22 de agosto de 2017

Evocação do 209.º Centenário da Batalha do Vimeiro


Caríssimos(as),

O dia de ontem ficou marcado pela realização de um conjunto de cerimónias oficiais, realizadas na nossa já conhecida localidade do Vimeiro, fruto de uma organização conjunta entre o Exército Português, o Município da Lourinhã, a Junta de Freguesia do Vimeiro e a Associação para a Memória da Batalha do Vimeiro, destinadas a evocar o 209.º centenário da memorável Batalha do Vimeiro, ocorrida no dia 21 de agosto de 1808.



Este evento contou com a presença de autoridades civis e militares, que se associaram para conferir ao mesmo a necessária dignidade e solenidade.


Como seria de esperar, esteve presente neste evento um destacamento do nosso já conhecido Regimento de Infantaria nº 19, criado pela Associação para a Memória da Batalha do Vimeiro, que muito tem feito ao longo dos últimos anos para contribuir para a divulgação do património histórico-militar e cultural do Vimeiro, em Portugal e no estrangeiro.
 

Um dos objetivos principais deste evento esteve associado à evocação da memória dos soldados portugueses que tombaram em combate, fazendo o sacrifício supremo ao serviço da Pátria no decurso desta batalha.

Ficou uma vez mais demonstrado que a passagem dos séculos não constitui um obstáculo à preservação da memória e à manifestação da gratidão das gerações presentes, pelos relevantes sacrifícios feitos no passado ao serviço de Portugal.

Autoria das imagens: AMBV


Pedro Casimiro





domingo, 20 de agosto de 2017

Comemorações dos 207 Anos da Batalha do Bussaco (1810-2017) - Evento: "Caminhos da Batalha do Bussaco"


Caríssimos(as),

Conforme prometido, aqui fica o programa relativo a mais um interessante conjunto de eventos histórico-culturais, relacionados com as Invasões Francesas!


A partir do dia 8 e até ao dia 30 de setembro, vai ser possível assistir a um conjunto de iniciativas muito interessantes, organizadas pelos dinâmicos Municípios da Mealhada, Mortágua e Penacova, que sem dúvida irão contribuir de uma forma decisiva para uma evocação da memorável batalha ocorrida no dia 27 de setembro de 1810 nas cercanias da Serra do Bussaco, com a solenidade e a dignidade que este evento merece.

E como não podia deixar de ser, o GRHMA também irá marcar presença nestes eventos!

Os eventos agendados para os dia 23 (Passeio Noturno Encenado) e 24 (recriação histórica na Praça do Município, em Mortágua) de setembro irão contar com a presença dos soldados histórico-militares dos GRHMA e das demais associações vinculadas à Associação Napoleónica Portuguesa (que são a Associação para a Memória da Batalha do Vimeiro e a Associação Portuguesa de Recriação Histórica).

A participação no Passeio Noturno Encenado está sujeito a inscrição prévia e existe um limite máximo de inscrições, podendo qualquer informação a esse respeito ser obtida junto dos referidos municípios.


Pedro Casimiro




quinta-feira, 17 de agosto de 2017

O GRHMA no programa "RTP Mais Perto" - dia 16-8-2017


Caríssimos(as),

Em resposta a uma amável solicitação formulada pelo Município da Mealhada, no dia de ontem dois elementos do GRHMA marcaram presença no programa televisivo "RTP Mais Perto", a fim de colaborarem na promoção e na divulgação de mais um evento histórico-cultural, que se encontra agendado para os próximos dias 23 e 24 de setembro.

Trata-se de um evento integrado nas comemorações dos 207 anos da Batalha do Bussaco, fruto de uma organização conjunta dos Municípios da Mealhada, Mortágua e Penacova e que possui um potencial muito interessante, quer em termos de contribuição para a salvaguarda do relevantíssimo património histórico-militar e cultural destes concelhos, quer na perspetiva da promoção e do desenvolvimento do Turismo Militar.

Brevemente neste espaço será dada uma nota mais pormenorizada acerca deste evento, bem como será feita a divulgação do respetivo programa.

A participação neste programa televisivo do incansável comandante operacional e do fotogénico sargento do Regimento de Artilharia nº 4 (que desta vez usou, com a habitual vaidade, o seu uniforme do Regimento de Milícias da Feira...) do GRHMA, pode ser visualizado AQUI, ao minuto 12.28, da Parte 4.


Pedro Casimiro



segunda-feira, 14 de agosto de 2017

XIII Recriação Histórica do Cerco de Almeida - Programa do Seminário Internacional de Arquitetura Militar (4)







Caríssimos(as),

Como é habitual todos os anos, o Cerco de Almeida tem sempre associado um evento com uma dimensão de investigação histórico-militar, com projeção internacional, que já deu origem a diversas e reputadas publicações, com reconhecido rigor científico.

Trata-se do Seminário Internacional de Arquitetura Militar, que este ano terá a sua 11ª edição, dedicada ao tema "Fortalezas Modernas e Identidades Nacionais", no âmbito do qual diversos(as) e ilustres oradores(as) irão sem dúvida deliciar o público assistente, com a apresentação de um conjunto de temas muito interessantes.

Aqui fica um exemplar do programa deste evento, que certamente será um dos principais focos de interesse para o público, na edição deste ano do magnífico Cerco de Almeida!


Pedro Casimiro




sábado, 12 de agosto de 2017

Evento: “Geocaching - A História da Batalha do Vimeiro” - Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro, dia 19-8-2017.



Caríssimos(as),

Aqui fica mais uma prova de que a divulgação cultural não faz pausas para férias!

A competente equipa do Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro tem prevista a realização de mais uma interessante iniciativa, agendada para o próximo dia 19-8-2017, que sem dúvida vai merecer uma adesão massiva do público em geral!

Mais informações acerca deste evento podem ser encontradas AQUI.


Pedro Casimiro


XIII Recriação Histórica do Cerco de Almeida - dias 25, 26 e 27 de agosto de 2017 - PROGRAMA (3)




Caríssimos(as),

Aqui fica um exemplar do magnífico programa, do maior e mais empolgante evento de recriação histórica a nível nacional, o Cerco de Almeida, edição 2017!


Pedro Casimiro



terça-feira, 8 de agosto de 2017

Festival Novas Invasões - Torres Vedras, dias 31 de agosto a 3 de setembro de 2017


Caríssimos(as),

Não é previsível a possibilidade de um repouso após o Cerco de Almeida, por parte dos bravos soldados e dos elementos do Departamento Civil do GRHMA, porquanto no fim de semana seguinte está já agendada a deslocação de uma expedição histórico-militar até Torres Vedras, desta vez para "defesa" do Forte de S. Vicente, no decurso do evento denominado "Festival Novas Invasões", organizado pelo Município de Torres Vedras.

O Forte de S. Vicente foi recentemente alvo de uma intervenção muito relevante, associada à instalação nesse local do interessante Centro de Interpretação das Linhas de Torres Vedras, que é um equipamento que sem dúvida irá contribuir para promover uma ainda maior divulgação do património Histórico e Militar de Torres Vedras.

Este Forte fazia parte integrante do um conjunto defensivo mais alargado, denominado Linhas de Torres Vedras, que nos anos de 1810 e 1811 serviu para frustrar definitivamente os desígnios imperialistas do Imperador Napoleão I, através de derrota estratégica sofrida junto a essas linhas por parte do considerável Exército Imperial Francês, na altura comandado pelo Marechal André Massena.

A deslocação e participação do GRHMA neste evento servirá também para demonstrar, uma vez mais, a nossa disponibilidade para colaborar na promoção e na divulgação da História de Portugal em qualquer local do país, podendo já afirmar com elevado grau de certeza que de modo algum os franceses irão conseguir conquistar este Forte, enquanto o mesmo for defendido pelos nossos soldados!


Pedro Casimiro