GRHMA

GRHMA
CLIQUE NA IMAGEM

terça-feira, 23 de junho de 2015

A Epopeia do Bicentenário da Batalha de Waterloo!


Caríssimos(as),

Como já devem ter percebido, chegou ao fim a expedição do GRHMA por terras da Bélgica!

A partida da maioria dos nossos elementos deu-se no dia 17 e o retorno a Portugal no passado dia 21 de junho, sem que tenham ocorrido percalços sérios ou acidentes graves, envolvendo os nossos elementos participantes.

Todavia, ainda neste momento existem elementos nossos na estrada! Trata-se do Tó e do Rui, que estão a fazer a viagem de regresso por estrada e ao longo de alguns milhares de quilómetros, nas viaturas que carregam todo o nosso material de acampamento, incluindo tendas, potes, panelas, cestos e mais um sem número de peças de equipamento indispensáveis.

Graças à capacidade técnica e artística da Paulinha, venho trazer-vos um conjunto de imagens relativas a alguns dos momentos passados pelo contingente português, no decurso deste evento, começando, como não podia deixar de ser, com uma imagem do vosso estimado Comandante, que é muito apreciado pelas suas tropas graças à generosa quantidade de prémios que distribuí, de forma amiúde... 


Aqui podemos ver a "fita do tempo", que optamos por instalar no nosso acampamento, com indicação dos horários e locais associados às várias tarefas diárias que foi sucessivamente necessário executar, durante o período de duração do evento.

Ficou deste modo limitada a possibilidade de os soldados usarem o argumento do "ninguém me disse nada", para escaparem às suas tarefas...



Em acampamento histórico existe a execução de uma tarefa que suplanta todas as outras: a confeção das refeições!

Pois é, como nestas alturas não é possível ir ao frigorífico de vez em quando, para repor os níveis de conforto estomacal, estamos todos dependentes das capacidades e dos conhecimentos culinários dos nossos companheiros que possuem alguma queda para a cozinha.

E aqui podemos ver dois dos mais dotados, como sejam o João Pina e a Paulinha, que conjugaram esforços para fazer uma excelente feijoada de atum, que ficou uma delícia! Claro que muitos outros camaradas contribuiram para esta tarefa com mestria e dedicação, tais como o Guto e o Palanca, entre outros. Bem haja a todos (senão, a fome seria muita...)!



O local do acampamento onde se encontravam a fogueira e as mesas, converteu-se o local preferido para convivio das nossas tropas, servindo tanto para partilhar as refeições, como para dar "duas de letra", no intervalo entre as constantes tarefas e treinos, no decurso do evento.

Foi também neste local que os soldados aprenderam que existe um risco associado a convidar o seu Comandante para jogar à bisca, que é o de levarem um enxerto de porrada a jogar às cartas...


Como podemos ver, nem todos os soldados ficam com um aspeto fotogénico sentados à mesa, num acampamento histórico, principalmente aqueles que se sentam em banquinhos à Noddy...

 Isto foi só para abrir o apetite.

Amanhã (se calhar bem...) mando vir mais.


Pedro Casimiro




2 comentários:

  1. Espetacular! Texto e fotos conjugados na perfeição. Faltou o registo do extintor :) Mea culpa, Meu Comandante!

    ResponderEliminar
  2. Essa do "enxerto de porrada a jogar às cartas" logo conversamos....

    ResponderEliminar