GRHMA

GRHMA
CLIQUE NA IMAGEM

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Camp de Fouras, França - dias 30 e 31 de março de 2013

(Aqui temos o nosso Sargento Guedes: o soldado mais fotogénico do GRHMA)


Caríssimos,

Nos passados dias 30 e 31 de março, um destacamento do GRHMA deslocou-se a França, a Fouras-les-bains, a fim de participar num evento (Camp Fouras) organizado pelos nossos camaradas e amigos franceses.

Agradecemos uma vez mais a todos os nossos amigos pela atenção e pelo acolhimento dispensado às nossas tropas e esperamos por todos em Almeida, este ano, a fim de podermos retribuir condignamente a mesma hospitalidade!


Como podem visualizar no mapa, Fouras-les-bains fica um pouco desviada de Portugal, mas com muita paciência e muito quilómetros à mistura, foi possível lá chegar com as armas e as bagagens (literalmente...)


Aqui podemos ver os bravos soldados portugueses em desfile, precedidos por uma das nossas bandeiras regimentais (Regimento de Artilharia nº 4).

É sempre um prazer renovado para nós, não só relembrar e sublinhar o papel que Portugal desempenhou neste conturbado período histórico (início do séc. XIX), como também servir de representantes da Nação no estrangeiro.




Nas três imagens acima colocadas é possível visualizar algumas das unidades francesas presentes neste evento.



Não há quem consiga rivalizar com os franceses, no que diz respeito à execução de músicas da época!




Os mais altos dignitários do Exército Imperial francês marcaram presença no evento e fizeram questão de cumprimentar calorosamente os representantes portugueses.


Conforme podem constatar, havia inúmeras senhoras presentes que exibiam apelativos vestidos de época, trazendo um colorido muito especial ao evento.


Ao fundo pode ver-se o Fort Vauban.


Fouras-les-bains, como o nome indica, situa-se perto do oceano Atlântico e é uma localidade encantadora.


O acampamento histórico, com a presença de representantes de três países, que há duzentos anos eram adversários e hoje são camaradas e amigos, partilhando um gosto comum pela História



Cá estão os nossos soldados de infantaria, incluindo o Zé Manel, a fazer tiro certeiro sobre as tropas adversárias.



Claro que, nos meios dos combates, havia sempre tempo para algum descanso dos guerreiros...


E aqui podemos ver o Zé Manel, encostado à pedra, a descansar...


Para as tropas de artilharia é que não houve descanso!


Fogo à peça!


 Os nossos artilheiros fizeram um grande esforço para tentar demolir o forte com os tiros da sua peça de artilharia, mas parece-me que não tiveram grande sucesso...

Um abraço para o Daniel Dieu e todos os nossos camaradas franceses e espanhóis presentes!


 Pedro Casimiro






Sem comentários:

Enviar um comentário