Clique na Imagem

terça-feira, 30 de abril de 2013

Comemoração do 25 de abril de 1974 em Almeida


Caríssimos,

Aqui fica uma reportagem relativa às cerimónias evocativas do 25 de abril de 1974, recentemente realizadas em Almeida, que contaram, uma vez mais, com a participação ativa dos elementos do GRHMA.

Tratou-se de uma cerimónia singela e sentida, que reuniu todos aqueles que, independentemente do  respetivo quadrante politico-partidário, desejaram evocar a chamada Revolução dos Cravos, caraterizada, além do mais, pelo facto de a cor vermelha que a marcou ser proveniente apenas das flores (cravos vermelhos) oferecidos pelos populares e introduzidos pelos soldados nos canos nas suas armas.


E aqui temos alguns exemplos de verdadeiros soldados, ou seja, de homens e mulheres que, em Almeida, deixam de parte o seu conforto pessoal e se dedicam a combater diariamente em prol de um ideal coletivo:

Os valentes Soldados da Paz (Bombeiros Voluntários de Almeida), que diariamente se dedicam a prestar serviços inestimáveis à população local, muitas vezes com o risco da própria vida.

Os valentes Soldados do GRHMA, que se dedicam a contribuir para a preservação e a divulgação do património histórico-cultural de Portugal e de Almeida.


Após a cerimónia junto à Câmara Municipal de Almeida, seguiu-se um desfile até à recentemente renovada Praça 25 de abril.
 

Aqui podemos ver as tropas a desfilar pelas magnificas portas exteriores de S. Francisco.




Os soldados de infantaria, em ação.


Os soldados de artilharia aprontam-se para demonstrar a sua perícia no manuseamento da peça.


O trabalho esforçado merece sempre uma recompensa e umas das recompensas mais apreciadas pelas tropas é um bom convívio entre camaradas, à mesa. 


Aqui temos os soldados Paulo e Palanca, em acesa disputa para ver quem conseguia esvaziar mais rapidamente a travessa da comida. 

E notem que, nesta matéria, estes nossos amigos não deixam os seus créditos por mãos alheias...


E aqui temos o soldado Rui (à direita) a trocar "carinhos" com o nosso amigo Morgado (à esquerda) e a perguntar-lhe desde quando é que o Regulamento dos Bombeiros permite que a malta vista o uniforme com a barba por desfazer...


Pedro Casimiro

Sem comentários:

Enviar um comentário