GRHMA

GRHMA
CLIQUE NA IMAGEM

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Uniformologia - Parte 1


Plano de Uniformes de 1806

 Capotes e Sobrecasacas do exército Português


Com as saídas do GRHMA que se avizinham e a contar com as noites frias que normalmente temos encontrado fora e dentro de Portugal, aqui vai mais uma recolha de elementos, adaptada ao nosso grupo, para que os mais corajosos gastem mais uns eurosinhos em mais um dos muitos acessórios do fardamento e sempre de acordo com o Plano de Uniformes de 1806.

Este tipo de publicações tem por único objetivo o de divulgar por todos os nossos camaradas e recriadores históricos as regras em vigor no séc. XIX em matéria de uniformes, de molde a que todos possamos manter o maior rigor possível nesta nossa atividade, em termos de uma reconstituição fidedigna e historicamente correta das vivências dos nossos antepassados, que naquele tempo optaram por envergar o uniforme para servir na defesa da Pátria.




I


Sobrecasaca

 

 Sobrecasaca Regimento de Infantaria nº23 





Sobrecasaca Regimento de Artilharia nº4


                          “In Plano de Uniforme de 1806”

Adaptando o artigo XIX do Plano de Uniformes de 1806, a descrição dos capotes para oficiais em geral seria nestes termos:
Em Uniforme de Inverno todos os Oficiais com excepção dos Oficiais de Cavalaria usarão sobrecasacas de pano azul ferrete assertoadas (com bandas a sobrepor; modo que uma lapela sobreponha a outra) e terão botões, gola e canhões irmãos (iguais) aos da farda…"

Pela descrição anterior e propriamente pelo termo “sobrecasaca”, este agasalho de inverno terá o comprimento até ao joelho, largo de forma a vestir sobre a farda; de pano azul ferrete, gola com todas as insígnias (caso as hajam) e canhões simples das mangas de cores iguais à farda regimental com dupla fileira de 8 botões de metal amarelo; dois botões em cada canhão da manga; a banda, talabarte ou boldrié por cima da sobrecasaca.

Abril, 2013
Eugénia Guedes


Sem comentários:

Enviar um comentário