Clique na Imagem

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Concurso de Ideias "MENTES BRILHANTES para o TURISMO MILITAR" - dia 16 de novembro de 2016, no Regimento de Infantaria nº 10, em Aveiro




(fortaleza de Almeida)

(Forte da Graça, Elvas)

Caríssimos(as),
Está prevista a realização, no próximo dia 16-11-2016, de um evento em Aveiro, denominado "Mentes Brilhantes para o Turismo Militar", que irá contar com a participação de todos os grupos de nacionais de recriação histórica, que são associados da Associação Napoleónica Portuguesa.

Trata-se de um evento organizado pelo Ministério da Defesa Nacional, que se destina a contribuir, designadamente, para o desenvolvimento da temática do Turismo Militar, que constitui, por sua vez, uma das vertentes mais importantes do chamado Turismo Cultural.

O Turismo Cultural está associado ao segmento do turismo direcionado principalmente ao desenvolvimento do conhecimento das particularidades, da identidade e dos fatores caraterísticos e distintivos de outros povos, designadamente em termos religiosos e culturais, do passado e do presente. Existem, por outro lado, já diversos estudos, a nível nacional e internacional, onde são feitas referências expressas e detalhadas à relevância do Turismo Cultural, enquanto fator de competitividade, de atração e de diferenciação, relativamente a certos destinos turísticos.

Designadamente na Revisão e Objetivos do Plano Estratégico Nacional do Turismo, para o período de 2013-2015, são feitas referências muito concretas à necessidade de promoção de circuitos culturais que coloquem em destaque os diversos e distintivos elementos do vasto património histórico-cultural português. Em especial, na Resolução nº 24/2013[1] do Conselho de Ministros é feita uma referência específica à necessidade do desenvolvimento do chamado Turismo Militar, na perspetiva da exploração do vasto potencial turístico das diferentes instalações militares nacionais e da valorização do conhecimento da vertente militar da História de Portugal.

Por outro lado, pode definir-se por Turismo Militar o conjunto de atividades de natureza essencialmente cultural, destinadas ou associadas à ativação turística do património histórico-militar nacional, tanto material como imaterial.

A reconstituição histórica, séria e rigorosa, tem uma palavra a dizer, conforme se pode constatar através da evolução a este nível registada no concelho e vila de Almeida, em termos de contribuição para o desenvolvimento de algumas vertentes do Turismo Militar, tendo em conta o valioso e verdadeiramente abrangente património histórico-militar nacional.


Pedro Casimiro





[1] Publicada no Diário da República nº 74, 1ª Série, de 16 de abril de 2013.




Sem comentários:

Enviar um comentário