Clique na Imagem

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Cerco de Almeida 2015 - Reportagem fotográfica 4



Caríssimos(as),
Para que não fiquem a pensar que em Almeida só existiram combates noturnos, venho deixar-vos algumas imagens relativas a algumas ações de combate que decorreram no período diurno (após uma curta noite de sono...).

Na imagem acima podemos visualizar uma peça de artilharia inteiramente guarnecida pelos nossos amigos do BANG, que integram a Associação Portuguesa de Recriação Histórica, a fazer um tiro certeiro sobre as linhas adversárias. O BANG já possui um corpo de artilheiros experientes, capaz de gerir autonomamente qualquer peça de artilharia.


E cá está o nosso amigo Manuel Ruibal e a sua equipa de artilheiros, a posicionar a sua peça de artilharia, que normalmente utiliza cerca de 250 gr de pólvora em cada tiro...

Vejam lá o "prejuízo" que o Manuel provoca no orçamento da pólvora...


Aqui temos os bravos elementos da Associação Histórico Cultural Voluntários de Madrid, que voltaram a participar na recriação histórica de Almeida, após alguns anos de ausência. 

Bienvenidos!


Aqui podemos ver recriadores históricos de Burgos e de Vitória, com os seus excelentes uniformes de infantaria de linha francesa, que muito brilho trouxeram a este evento.


Os recriadores históricos britânicos também participaram neste evento, para além de alguns recriadores históricos alemães, que faziam parte da King's German Legion, que era uma unidade integrada no exército Britânico composta essencialmente por soldados de origem alemã, com um caraterístico uniforme verde.


Aqui podemos ver alguns soldados de um Regimento de Highlanders Britânico (do grupo do nosso amigo Dr. Carlos Salvador), no processo de baionetar um, presumo eu, espião francês, que se infiltrou subrepticiamente na fortaleza de Almeida a fim de fornecer informações ao inimigo. 

As coisas, pelos vistos, não correram ao espião conforme o previsto...


E cá estão alguns soldados de infantaria da Garde Chauvin, liderados pelo nosso amigo Daniel Dieu, que são uma presença assídua e obrigatória no evento de Almeida.


Este destacamento de cavalaria dos Hussares de Iberia teve uma participação muito relevante neste evento.


Um cirurgião que se preze faz-se acompanhar de uma boa pistola (just in case...), de uma dama formosa, e de um galgo afegão puro sangue.

Isto só mesmo em Almeida...


E cá temos um dos elementos do "novo"  Regimento de Infantaria nº 19, recentemente criado no Vimeiro, e que combateu lado a lado com os veteranos do nosso Regimento de Infantaria nº 23, no decurso deste evento.


Aqui podemos ver os efeitos devastadores causados pelo fogo dos soldados de infantaria dos RI nº 19 e RI nº 23, nas fileiras inimigas. 

Bem, não é que possamos ver, exatamente, esses efeitos, mas podemos adivinhar que foram isso mesmo, ou seja, devastadores....


Pedro Casimiro




1 comentário: