Clique na Imagem

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Cerco de Almeida 2015 - Reportagem Fotográfica-1


Caríssimos(as),

Vou dar início a um conjunto de publicações, com imagens relativas ao fantástico evento de recriação histórica recentemente realizado na Vila de Almeida, que contribuiu para a presença de milhares de pessoas que, durante os três dias em que durou este evento, tiverem a oportunidade para conviver com centenas de recriadores históricos, nacionais e estrangeiros, e reviver um momento marcante da História de Portugal.



O evento começou da melhor maneira no dia 28 (sexta-feira), com um excelente jantar de época, junto ao acampamento histórico, que contou com a inestimável colaboração, designadamente, dos elementos civis do GRHMA.



A meu ver, estava tudo absolutamente perfeito!

A iluminação, a disposição e a decoração das mesas, o conjunto musical que animou a refeição com música clássica, a comida e, principalmente, a presença, boa disposição e a solicitude das senhoras que trabalharam duramente para servir todos os presentes no decurso deste autêntico banquete, com os mais requintados manjares, sempre com boa disposição e um amável sorriso.

Em mais de 10 anos como recriador histórico, não tenho memória de ter assistido e saboreado uma refeição mais agradável do que esta, no decurso de um evento!


Na imagem supra, podemos ver algumas das senhoras que integram os elementos civis do GRHMA.


O final da noite de setxa-feira foi preenchido com um baile de época, em que os recriadores e os membros do público tiveram oportunidade de conviver e exibir os dotes de bailarino(a).


No sábado de manhã (dia 29), foram realizadas diversas cerimónias evocativas, começando com o içar das bandeiras junto aos Paços do Concelho, passando pela deposição de uma coroa de flores na Praça Alta, junto à placa evocativa ali existente e terminando com a deposição de uma outra coroa de flores, junto ao monumento existente junto do Picadeiro d'el Rey.


Também nestas cerimónias, os elementos civis do GRHMA prestaram uma colaboração inestimável.


E cá está a "tendinha" do Arsenal, que serviu de ponto de apoio durante todo o evento, quer a recriadores, quer a elementos do público. Embora esta iniciativa tenha implicado o esforço e a disponibilidade, durante longas horas, de alguns elementos, teve um papel importante em termos organizativos.


E aqui temos algumas pessoas muito conhecidas daqueles que normalmente visitam Almeida, nesta época: (da esquerda para a direita) Eugénia Guedes, Faria e Silva e Manuela Gil.


Esta varanda almeidense simboliza de algum modo o espírito das recriações históricas: uma conjugação de vontades que atravessa fronteiras, num ambiente de partilha, com vista à promoção dos patrimónios histórico-culturais dos países dos vários elementos participantes.

Existem mais publicações na calha...é só aguardar!



Pedro Casimiro





Sem comentários:

Enviar um comentário