Clique na Imagem

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

X Reconstituição Histórica do Cerco de Almeida - O Acampamento Histórico



Caríssimos,

Agora vou mostrar-vos o que fazem as tropas nos intervalos das cerimónias e dos combates (para além das normais visitas à tasquinha da Amelinha....).

Começamos por visualizar o parque de artilharia do GRHMA, composto por três fantásticas peças de artilharia, que são réplicas fieis de uma peça de artilharia de 3 libras, modelo D. José I, do ano de 1773.

Trata-se de peças de campanha, destinadas ao acompanhamento da infantaria no campo de batalha, sendo por isso dotadas de elevada mobilidade. 

Aliás, os artilheiros do nosso Regimento de Artilharia nº 4 já demonstraram que não existe obstáculo insuperável ou local inacessível, para as nossas peças de artilharia!



Aqui temos a esquadra de artilheiros de marinha, que estão a fazer o "estágio" junto do R.A. nº 4.


Uma das principais atividades dos soldados em acampamento histórico passa pela limpeza e manutenção das armas e equipamento.




Havendo também sempre tempo para um ou dois joguitos de dados ou de cartas...

Aqui podemos ver um destacamento da Garde Chauvin a executar tarefas de confeção de cartuchos.


Aqui podemos ver um soldado francês que ficou gravemente ferido, mas que depois de beber um "fortificante" ficou de novo pronto para o combate!
(nota: os ferimentos são apenas pinturas artisticas....)



Outras atividades importantes no acampamento histórico: coser rasgões na farda e dormir uma sesta.


Esta atividade chama-se "duas de letra".


E aqui temos um dos passatempos preferidos dos soldados: dar umas voltinhas no carrossel manual!


Aqui temos uma reconstituição histórica de alguns ovideos...


As armas ficam ensarilhadas e prontas para "trabalhar" ao primeiro sinal de alarme!


E aqui temos os nossos amigos do Magote de Santo Antão, que são já de uma presença imprescindível no evento de Almeida.


Pedro Casimiro





Sem comentários:

Enviar um comentário