GRHMA

GRHMA
CLIQUE NA IMAGEM

terça-feira, 16 de setembro de 2014

X Reconstituição Histórica do Cerco de Almeida - A Homenagem ao Dr. Paulo Amorim


Caríssimos,

O evento de Almeida deste ano serviu também para marcar um momento muito particular e especial para todos nós e a que se associaram muitos companheiros, camaradas e amigos: a cerimónia evocativa da partida do Dr Paulo Amorim.

Esta cerimónia serviu para demonstrar, uma vez mais, o apreço e consideração de que o Dr. Paulo Amorim era detentor, perante inúmeras pessoas e entidades, públicas e privadas, que conjugaram vontades com vista à realização desta cerimónia, que se traduziu no descerrar de uma placa evocativa, à entrada da ponte sobre o rio Côa, em Almeida.

Este local é particularmente adequado para este efeito, tendo em conta não só a tradição histórica que lhe está associada, pois foi aqui que, no dia 24 de julho de 1810, se deu o célebre Combate do Côa, como também por ser um local onde, ao longo destes anos, periodicamente vimos fazendo diversas atividades de reconstituição histórica.

Foi pois, o local ideal para a colocação da referida placa.


Aspeto geral da disposição das unidades presentes.



Aqui temos o nosso amigo Carlos, Presidente da Associação Napoleónica Espanhola, no processo de colocação de uma coroa de flores junto à placa evocativa, em representação desta associação.


Aqui temos o nosso amigo Esteban, de Ferrol, a colocar uma outra coroa de flores.


Em representação do Município de Almeida e do GRHMA, foi colocada uma coroa de flores por mim próprio, pelo Exmo. Sr. Diretor da Direção de História e Cultura Militar do Exército Português e pelo Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal de Almeida.



No final da cerimónia, diversos participantes tomaram a palavra, a fim de fazerem uma alocução relacionada com a vida e o trabalho do nosso companheiro, designadamente em prol da Vila de Almeida e em prol da reconstituição histórica.


No final da cerimónia, as unidades presentes fizeram três tiros de salva.



Tratou-se de uma singela e muito sentida cerimónia, que reuniu alguns dos amigos do nosso companheiro, pois muitos houve que, por diversos motivos, não puderam estar presentes.

O nosso amigo Paulo deixa muitas saudades, e nunca por nós será esquecido.


Pedro Casimiro







Sem comentários:

Enviar um comentário