Clique na Imagem

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

O poder da Artilharia!

Pois é meus amigos, podem começar a colocar os tampões nos ouvidos, que isto agora vai doer!






E para que os leigos não pensem que isto da recriação histórica é só baionetas, tiros e pólvora, vou aproveitar para fazer um interlúdio culinário e revelar uma receita secreta, chamada "frango à moda da artilharia".

Ingredientes:
-frangos "pica-no-chão" quanto bastem (os artilheiros são malta de sustento, por isso, quantos mais melhor).
-sal (ou na falta deste, pólvora).
-sabre de artilheiro.
-peça de artilharia (qualquer calibre).

Modo de cozinhar:
-polvilha-se o frango com bastante sal (alguns puristas preferem o frango depenado, mas isto não é obrigatório);
-na falta de sal, pode colocar-se alguma pólvora por cima do frango, à moda de tempero;
-introduzir o sabre pela zona rectal do frango (com cuidado, para ficar bem seguro e não magoar demasiado o bicho);
-carregar a peça de artilharia;
-colocar o sabre com o frango na ponta à frente da boca da peça de artilharia;
-dar ordem de fogo à peça!

A propósito, também não é obrigatório matar o bicho antes de introduzir o sabre nos termos acima descritos (é mais um preciosismo que só alguns puristas adoptam...).

E voilá!
Em poucos minutos fica preparada uma refeição saborosa para comer no intervalo dos combates, que para ficar completa só precisa de alguns litros de um bom vinho da Beira Alta e uns nacos de um bom pão de forno!


Eugénia Guedes/Pedro Casimiro

1 comentário:

  1. Ora bem... Depois de alguns dias de profunda (!!!!) reflexão sobre a espectacular receita apresentada, já me decidi. Para mim, na próxima oportunidade que esperemos seja breve, vão "assar" dois franguinhos (mortos ou nem por isso, logo se vê).
    Penso que para o Palanca vai chegar um franganito (?????) pois ele, ultimamente, tem andado com falta de apetite (quem diria?????).

    ResponderEliminar